Tempo Leitura: 22 minutos

 

Neste artigo vamos tentar responder às principais perguntas que são colocadas por quem pretende abrir uma lavandaria self service, que normalmente é saber qual o investimento inicial e qual o lucro que se pode obter neste negócio.

Abordamos também de uma forma geral quais os passos a dar desde a ideia até à concretização do projecto de modo a que se tome uma decisão consciente e acertada do investimento, além de explicar como funciona este negócio.

Para facilitar vamos dividir pelos seguintes tópicos, e que pode navegar directamente para o tema clicando numa das linhas em baixo:

  1. Vantagens
  2. Como Planear o Investimento
  3. Quanto Custa Abrir uma Lavandaria Self Service
  4. Financiamento
  5. Abertura e Funcionamento do negócio
  6. Optimizar o espaço e a rentabilidade
  7. Adquirir novos clientes e manter os actuais
  8. Proteger o investimento
  9. Dicas e Conselhos
  10. Conclusão

Vantagens de Abrir uma Lavandaria Self Service

Se procura um negócio estável, com uma excelente rentabilidade e que ocupa menos do seu tempo do que a grande maioria dos negócios exige, não precisa de procurar muito mais. Este é um negócio como poucos!

  • Taxa de Sucesso de quase 95%

Pela nossa própria análise e experiência, e ao procurarmos dados estatísticos do sucesso de quem se empreendeu neste negócio, existe a indicação de que 94,5% das lavandarias de conveniência continuam a existir e a apresentar lucros.

Esta industria continua em crescimento após mais de 60 anos de actividade, acompanhando o crescimento populacional e a maior mobilidade das pessoas.

A primeira lavandaria self service

A Speed Queen, uma das empresas mais antigas nesta área fez um estudo entre 2001 e 2013, onde inclui um período negro na economia e confirmou que 94,5% deste negócios obtiveram sucesso.

  • Flexibilidade na gestão de tempo

Como qualquer negócio, este irá precisar do seu tempo, mas não a 100%. Estima-se que 1/3 dos proprietários de lavandarias self service dedicam-se ao mesmo em part-time, continuando a ter o seu trabalho por contra de outrem ou dedicando-se a outras actividades.

Este factor também depende da pretensão em contratar alguém para auxiliar nas tarefas e do horário de funcionamento que se pretende estabelecer.

Um funcionário implica um custo acrescido, mas também permite oferecer mais serviços que requerem a intervenção humana, uma maior e mais directa comunicação com os clientes.

É portanto uma actividade que facilmente poderá adaptar ao seu tipo de vida.

  • Custos com pessoal reduzidos

A contratação de alguém como referimos no ponto anterior é opcional, mas mesmo optando por ter alguém em norma apenas é necessário em regime de part-time.

Importa também referir que a exigência de conhecimentos é mínima, ao contrário de outros negócios onde é necessário a contratação de pessoas com um grau de educação ou especialização maior.

  • 20 a 35% Retorno do Investimento

Os estudos feitos pela organização Coin Laundry apontam para um retorno do investimento (ROI) compreendido entre 20% a 35% anualmente relativamente ao dinheiro que se colocou no negócio.

Estes valores são bastante atractivos e difíceis de encontrar em outros ramos tendo em conta o próprio tempo que o mesmo exige, a simplicidade do negócio, entre outros factores.

O retorno poderá ser maior um dia que queira vender o negócio.

Isto significa que num espaço de 3 a 4 anos já em média os proprietários de uma lavandaria self service recuperaram todo o investimento feito no negócio.

  • Negócio de Dinheiro

Seja qual for o tipo de sistema de pagamentos que vai utilizar, irá ter sempre fundo de maneio o que é uma vantagem considerável. Existem actividades onde é necessário aguardar algum tempo para receber um serviço que já foi prestado ou mesmo um produto além das dificuldades inerentes à cobrança em si.

Neste caso está a prestar um serviço que é pago na hora, o que lhe possibilita ter dinheiro em caixa e tornar assim a gestão mais fácil e mais favorável.

  • Negócio estável

Lavar e secar a roupa é uma necessidade, seja em tempos de crise ou não. Tem sido assim desde sempre e cada vez mais a tendência é que esta necessidade aumente. Portanto não é um negócio que esteja vulnerável às flutuações da economia.

Em baixo um gráfico com um estudo de 2005 a 2012 onde se comprova que existe um crescimento nesta indústria.

fonte: investlaundromats.com

  • Expansão de negócio (múltiplas lojas)

Se tiver um espírito empreendedor poderá usar a experiência adquirida na sua primeira lavandaria para abrir mais estabelecimentos e criar uma cadeia de lojas, aproveitando também a visibilidade, referências e a satisfação dos actuais clientes para mais facilmente progredir.

O facto de não ser necessária a sua presença a tempo inteiro num estabelecimento, pode dividir assim o seu tempo por diversos estabelecimentos, algo que em muitos outros negócios torna-se difícil.

Torna-se apenas uma questão de quantidade nas encomendas, por exemplo, de consumíveis como os detergentes para lavandarias self service e conseguir assim ainda melhores preços.

  • Sem necessidade de experiência prévia

O nível exigido de experiência ou conhecimentos técnicos é praticamente inexistente. Não precisa de um doutoramento na área ou algo parecido. A simplicidade dos actuais equipamentos para lavandarias e seguir as indicações dos seus fornecedores é praticamente o suficiente.

A gestão do negócio em si também não exige muitos conhecimentos e a maioria deles é-lhe facilmente transmitida pela contabilidade que contratar, e que farão o acompanhamento do negócio e impostos a liquidar.

Planear o Investimento

  • Análise do mercado e localização do espaço

É essencial que faça um estudo de mercado e verifique as necessidades nas áreas geográficas que tenha interesse. O facto de pretender instalar-se numa determinada zona da sua preferência, pode não ser o indicado.

A densidade populacional é um factor preponderante. Pode usar dados estatísticos dos censos por exemplo para ter uma ideia do volume de população, idades, etc., da sua área de interesse.

Idealmente deverá procurar uma área com forte densidade populacional e onde não haja oferta. Mas mesmo havendo oferta, não se deixe intimidar. Procure saber se essa oferta é bem vista pelas pessoas que a utilizam e se poderá oferecer um melhor serviço do que a concorrência.

Faça por si mesmo a experiência, leve alguma roupa para lavar e secar, utilize o estabelecimento que vê como concorrência e veja os pontos fracos e fortes, como o atendimento, a facilidade de utilização dos equipamentos, a disposição da lavandaria, a oferta suplementar de serviços, a qualidade da lavagem e secagem, etc.

Só assim poderá ter uma ideia mais exacta se estão a prestar um bom serviço ou não.

As localizações de sonho para uma lavandaria self service passa por zonas como universidades, residências para estudantes, etc. De qualquer modo há que avaliar que ofertas existem na área, preço e qualidade das mesmas.

Conjuntos habitacionais com famílias numerosas e crianças também são locais por norma muito bons. Crianças por norma significa mais lavagens, e conjuntos de apartamentos com muitas pessoas por apartamento normalmente significa menos espaço para tratar da lavagem e secagem de roupas, cobertores, etc.

Espaços Comerciais podem ser uma mina de ouro, desde que o preço da renda do mesmo seja justificável. Por norma são locais muito visitados, onde a sua oferta pode encaixar como uma luva.

Basicamente a localização irá determinar e muito o sucesso do seu negócio. Ao combinar os dados demográficos com uma avaliação da necessidade do mercado irá estar no caminho certo para um maior sucesso da sua lavandaria self service.

  • Projectar o número de equipamentos

Os equipamentos são o coração do negócio, mas o número ideal de equipamentos e quais os equipamentos que necessita vai depender de muitos factores.

O espaço físico da loja é essencial a considerar, assim como a capacidade de lavagem e secagem que pretende de modo a que os mesmos sejam usados frequentemente (é o uso do equipamento que lhe vai gerar rendimento) mas sem correr o risco de nos períodos de maior movimento não poder satisfazer as necessidades os clientes.

É muito frequente que a utilização mais activa dos equipamentos seja feita de sexta a domingo, e quererá ter equipamentos suficientes para evitar congestionamento de clientes.

Para um espaço físico a rondar os 50 m² é frequente a instalação de:

  • 2 Máquinas de Lavar Roupa de 8 Kg de capacidade
  • 1 Máquina de Lavar Roupa de 16 Kg de capacidade
  • 2 Secadores de Roupa com 16 Kg de capacidade.

A proporção entre capacidade de lavagem e secagem é assim de 1 para 1, considerada frequentemente a ideal.

Mas o seu negócio é único, e deve estar adequado à localização onde estará implementado e aos serviços que irá oferecer.

  • Obter aconselhamento sobre os equipamentos

Existem alguns factores a considerar na aquisição dos equipamentos, relembrando sempre que são o motor do negócio e a principal fonte de receitas

  • Capacidade de lavagem
  • Capacidade de secagem
  • Dimensões
  • Facilidade de utilização
  • Robustez
  • Rapidez
  • Design
  • Assistência
  • Economia

Retirando a capacidade de lavagem (porque 8 Kg são 8 Kg) e o design (visto que todos os fabricantes hoje em dia têm atenção a este ponto e os equipamentos são em regra geral bonitos) todos os outros factores têm de pesar na sua decisão.

A dimensão, porque o espaço físico é muitas vezes limitado, e se o equipamento possuir uma capacidade de lavagem de 8 Kg com uma dimensão mais pequena, melhor.

A robustez, porque todos queremos equipamentos duráveis, principalmente pelo facto que serão utilizados por diversas pessoas que muitas vezes não têm tantos cuidados como seria expectável. E porque a paragem de um equipamento significa uma menor rentabilidade da lavandaria.

A facilidade de utilização, porque existem muitas formas de se programar a lavagem consoante a necessidade e gosto do cliente. Para isso, o equipamento deve ser o mais simples possível na forma de utilizar, poupando-lhe tempo no esclarecimento de dúvidas.

Rapidez, significa que pode satisfazer mais clientes no mesmo tempo útil e torna-se menos aborrecido os tempos de espera.

A assistência técnica é fundamental. Um equipamento sem estar a funcionar significa um aborrecimento, significa menos uma fonte de rendimento para si e pode originar a um congestionamento no funcionamento do estabelecimento. É igualmente a sua imagem de qualidade que é mostrada ao cliente.

Idealmente deverá ter um número de assistência da marca disponível 24 horas por 24 horas e que lhe garanta uma eficiência no serviço prestado.

No entanto não será muito difícil pensar que os seus equipamentos consomem acima de tudo água, luz (poderão também consumir gás) e detergente! E aqui chegamos a um ponto chave muitas vezes esquecido ou negligenciado por quem pretende abrir uma lavandaria self service.

O seu rendimento líquido é obtido após retirar as despesas! A conta da água, da luz e nos detergentes são a sua principal despesa. Por norma o preço inicial do equipamento tem bastante peso na decisão, mas a decisão acertada é que ao fim do mês as suas despesas sejam as mais baixas possíveis mantendo um serviço de qualidade.

E se o negócio é para manter e prosperar durante anos, é imensamente preferível escolher os equipamentos que tenham uma elevada economia porque assim irá amortizar mais facilmente a diferença no custo inicial e aumentar os seus lucros e médio prazo.

Não aceite que lhe digam que dois equipamentos com um preço bastante diferente são a mesma coisa. Peça as características técnicas dos mesmos e compare os tempos de lavagem, o factor g, a velocidade de centrifugação, o nível de aquecimento.

Uma redução de 20% no consumo de água e uma redução de 30% no consumo energético, certamente irão fazer toda a diferença. Supondo que a despesa de água seria 600€ e a despesa de luz seria 700€.

Água: 600€ – 20% = 480€ (redução 120€) | Luz: 700€ – 30% = 490€ (redução de 210€)

São 330€ de poupança mensalmente, ao fim de um ano são 3.960€, e ao fim de 3 anos significa quase 12 mil euros!

Quanto Custa Abrir uma Lavandaria Self Service?

Vamos dividir esta pergunta em três fases. A primeira o custo para montar e abrir ao público o seu novo negócio, a segunda fase para verificar os custos de manter a sua lavandaria self service. Numa terceira fase resumimos tudo numa tabela que poderá fazer o download e ajustar ao seu caso específico.

Custo Inicial

  • Espaço Físico (Loja)

Poderá já possuir um espaço físico (ou construir ou comprar um) e neste caso apenas terá de se preocupar com as obras necessárias para que o espaço possa albergar os equipamentos, como a parte eléctrica, esgotos, etc.

De igual modo poderá optar por alugar um estabelecimento e neste caso terá de certificar-se que o mesmo reúne as condições necessárias para suportar os equipamentos, como a parte eléctrica, o fornecimento de água e os esgotos.

Para facilitar as contas vamos considerar que fica a pagar uma renda mensal a um proprietário, onde terá um contracto que o proteja de qualquer eventualidade.

Após uma hipotética negociação para uma loja de 50 m² no seu local ideal vamos supor que se conseguiu uma renda mensal de 1000€

  • Obras

É sempre a considerar o custo para transformar um estabelecimento que não foi projectado de raiz para albergar um conjunto de equipamentos. Este valor pode oscilar consoante os metros quadrados que forem necessários.

Vamos englobar neste ponto a imagem da loja, um factor essencial e que deverá em muito a ter em conta. Este é um espaço onde as pessoas vão estar algum tempo e portanto deverá ser o mais agradável e confortável possível.

Relembramos também que deverá haver um especial foco na iluminação. O espaço poderá ter uma boa iluminação natural, mas atendendo a que estes estabelecimentos funcionam também em horários mais nocturnos uma excelente iluminação ajuda a criar um melhor ambiente, a dar uma maior segurança e os clientes poderem melhor averiguar o resultado das lavagens.

A porta de entrada é também uma componente importante, a abertura automática para facilitar os clientes que entram e saem com volumes, ou por exemplo o fecho automático e abertura automática do estabelecimento podem ser características que encarecem a obra.

Vamos avançar com um valor genérico e hipotético de 10.000€ para as obras.

  • Equipamentos de lavagem e secagem

Os equipamentos terão muito peso no custo inicial, portanto para sermos realistas vamos apurar um valor próximo da realidade para um espaço comercial de 50 m² com duas máquinas de lavar de 8 Kg, uma máquina de lavar de 16 Kg, duas máquinas de secar com 16 Kg de capacidade e uma central de pagamentos.

Um conjunto de equipamentos com qualidade ronda os 38 mil euros (com impostos incluídos)

  • Outros equipamentos

Aqui a lista pode ser extensa, e muito irá depender do que pretende colocar mas podemos apontar desde já alguns equipamentos “essenciais” e mais vulgarmente utilizados

  • Televisão e Suporte de Parede (400€)
  • Computador Portátil (400€)
  • Mesas para dobragem de roupa (300€)
  • Cadeiras para espera (250€)
  • Equipamentos para limpezas (50€)
  • Mesas Apoio, Cabides (100€)
  • Decoração Diversa (150€)
  • Espaço Infantil (150€)
  • Video Vigilância (1300€)
  • Alarme – (250€)
  • Ar Condicionado – (600€)
  • Outros – (500€)

Na totalidade apuramos uma base de trabalho de 4450€, que obviamente em alguns pontos pode ser reduzido e noutros pode-se gastar um pouco mais.

  • Serviços

Para manter os clientes entretidos, poderá ter como é vulgar um serviço de televisão e Internet. A instalação de contadores de luz e água podem ter também os seus custos, dependendo do que é necessário fazer.

A publicidade é um factor essencial para a divulgação do seu novo negócio. Caso tenha alguns conhecimentos de marketing poderá fazê-lo por si próprio, mas acima de tudo cerca de um mês antes da data prevista de abertura ao público deve começar a divulgar o espaço de forma mais intensa.

A sua imagem de marca é importante, pondere em criar um logotipo para que as pessoas possam mais facilmente reconhecer o seu estabelecimento / negócio.

Quanto à divulgação, pode fazê-lo em anúncios de jornal, usar as redes sociais, panfletos, etc. Importante é que o faça antecipadamente. Não espere abrir as portas e os clientes entrarem, se não se der a conhecer primeiro e criar uma certa expectativa.

Lavandaria Self Service 100estendal (interior)

Vamos atribuir valores que deverão depois com orçamentos espelharem a sua realidade.

  • Serviço de Televisão e Internet – 40€
  • Criação de Imagem – 75€
  • Divulgação e Publicidade – 100€

 

  • Actividade

Ao propor-se ao desenvolvimento de qualquer negócio deverá querer previamente abrir uma actividade, de modo a poder colocar nas despesas todos estes custos iniciais e estar completamente legal.

Para isso é necessário um serviço de contabilidade (100€), abertura de actividade (300€) e possivelmente uma licença para um programa que faça a emissão de facturas e recibos (10€).

  • Licença Camarária

A utilização de uma loja implica uma licença de porta aberta, e muitas vezes o pagamento de taxas para poder colocar a sua publicidade. Poderá tratar destes assuntos junto da câmara municipal e saber os valores correctos visto que cada município é independente e cobra os valores que entender.

Para facilitar vamos colocar 200€ como valor hipotético.

Custo Manutenção

Como já focado em pontos anteriores na sua despesa mensal irão estar principalmente os custos dos detergentes, da água, da luz e de gás.

A assistência técnica após a garantia, implica um custo. Este custo diminui tendo em conta o investimento inicial em equipamentos de maior qualidade.

Se optar por ter um ou mais funcionários irá implicar o pagamento do vencimento dos mesmos e as contribuições legais.

Todos os serviços que tiver contratado terão os seus custos, como a televisão, Internet, alarme, a contabilidade, a publicidade, etc.

Os seguros são essenciais para proteger o seu negócio de qualquer eventualidade, um ponto que falaremos mais adiante.

Consumíveis para a limpeza do estabelecimento, que deverá estar sempre limpo e asseado.

Os valores serão colocados na tabela em baixo

Resumos de Custos

É extremamente complexo apurar os valores reais e saber todos os custos envolvidos. Cada caso é um caso. Mas é fácil aplicarmos todos estes factores que abordámos atrás e fazer um resumo, e uma base de cálculo para a situação específica.

Pode fazer aqui o download em formato Excel de um ficheiro onde resumimos tudo o que falámos e que poderá ajustar para o seu caso específico. O ficheiro possui 2 separadores, um para o custo inicial e outro para o custo mensal.

Os campos que não necessita tanto de um lado como do outro, pode colocá-los a 0 para não terem impacto nas contas. Por exemplo se adquiriu os equipamentos sem necessidade de financiamento no custo inicial, não necessita de colocar esse valor no empréstimo no separador de custos mensais.

Deverá adequar o ficheiro anexo à sua realidade. Poderá também usar a parte de facturação mensal para ter uma ideia de como está o negócio relativamente aos custos mensais.

Este ficheiro é meramente indicativo, tentaremos colocar mais informação sempre que possível.

Download do ficheiro “Abrir Lavandaria Self Service.xls” versão 1.0 em formato Excel.

Financiamento

Apoio Criação do Negócio

Um eficiente serviço de contabilidade poderá colocá-lo ao corrente de algumas possibilidades de avançar com a sua lavandaria self service. Como as leis estão sempre a mudar, e muito depende da situação que se encontra (desempregado, empregado, jovem, etc.)

  • SIE2

O SIE2 é um programa de apoio à criação de microempresas, que não tinham dimensão ou intensidade tecnológica para serem apoiados pelo Portugal 2020

  • Portal dos Incentivos

O PAECE – Programa de Apoio ao Empreendedorismo e à Criação do Próprio Emprego oferece diversas medidas de apoio. Consulte mais informação no Portal dos Incentivos

  • IEFP

O Instituto do Emprego e Formação Profissional – IEFP é sempre um local a consultar para quem procura criar o seu próprio emprego. Consulte o link do IEFP sobre o empreendedorismo.

  • DSolutions

A DSolutions poderá tratar de todo o seu plano de negócio, estudos e candidaturas a incentivos. Este tipo de empresa embora tenha um custo acrescido poupa-lhe bastante tempo, guiando-o(a) para a melhor solução do seu caso particular.

Importante é não perder a motivação, na maioria das vezes é conseguido sempre o apoio que pretende.

Apoio à Contratação

Caso vá optar em ter de contratar alguém para o seu estabelecimento deverá procurar que medidas estão em vigor para o apoio à contratação.

Os principais locais que deve consultar são o IEFP e o Netemprego também do IEFP, que possuem imensa informação sobre as medidas que podem favorecer a contracção e tornar economizar no pagamento de vencimentos.

Em muitas situações opta-se por um apoio familiar na fase inicial, do esposo ou da esposa, ou mesmo de um familiar já reformado que pode sempre auxiliar em algumas tarefas.

Empréstimos Bancários

Quando não existe possibilidade de financiamento próprio algumas pessoas, em especial as que têm já uma actividade recorrerem a um empréstimo bancário, a alternativa mais convencional.

Tenha em atenção as garantias necessárias, os juros do empréstimo e as comissões associadas. Informe-se junto da sua actual instituição bancária, que é quem melhor conhece o seu percurso, mas não deixe de comparar com outras instituições.

Dentro deste tipo de empréstimos, e para valores até 15 mil euros (que pode ser insuficiente) poderá também contactar a Associação Nacional de Direito ao Crédito.

Leasing

O leasing é uma opção muito interessante para amortizar o seu investimento nos equipamentos. Uma das empresas que mais peso tem neste sector é a Grenke que através do renting permite-lhe fazer o seu investimento em equipamento sem entrada inicial.

As rendas são fixas, fáceis de planear e o custo da amortização é efectuado ao longo do tempo. Fale connosco para podermos fazer uma simulação relativamente aos equipamentos que necessita.

A abertura da Lavandaria Self Service ao público

Antes do seu grande dia, onde finalmente a sua lavandaria self service estará aberta ao público existem muitos passos a dar. Para evitar todos os pensamentos negativos como, “Será que vão entrar clientes?”, “E se algum equipamento deixa de funcionar?”, “Será que vou conseguir responder a todas as dúvidas dos clientes?”, etc., etc., pode tomar medidas para que o dia da abertura seja perfeito.

Entre 1 a 2 meses antes de prever abrir ao publico coloque em marcha a correcta divulgação deste seu projecto.

  • Tenha o seu logotipo já idealizado e criado;
  • Crie as suas páginas nas redes sociais a anunciar o seu negócio para ir atraindo seguidores e ser mais fácil passar a palavra;
  • Pondere se vai lançar um cupão de desconto ou um preço especial para as primeiras três semanas;
  • Pondere se vai anunciar através de panfletos, no jornal regional da sua zona, etc.
  • Passe a palavra nos locais que frequente como cafés, cabeleireiro, etc., de modo a criar um burburinho e um passa palavra entre pessoas.
  • Anuncie na porta do seu estabelecimento de modo bem visível para que todos os que passam saibam quanto tempo falta para abrir.

Todas estas actividades irão incentivar e a diminuir o seu stress se no dia de abertura e na fase inicial vai ter clientes. Quanto mais trabalhar para o seu objectivo mais certo é o mesmo acontecer.

  • Contacte as empresas, jornais, rádios e grupos sociais locais que publicam notícias sobre a área onde vai estar a sua lavandaria. Será uma mais valia para eles terem conhecimento e para si publicidade gratuita.
  • Faça uma lista de convidados influentes da região que possivelmente terão todo o gosto em estar presentes no dia de abertura. Sejam políticos, as pessoas que contribuíram para este seu projecto (como o seu fornecedor do equipamento, família e amigos que o(a) incentivaram, empreiteiro, etc.)
  • Planeie para o dia ter alguns aperitivos e bebidas para celebrar o dia, convide outros a contribuir nesta tarefa ou contracte uma empresa de catering se assim o justificar.
  • Verifique que ofertas ou incentivos irá ter para o dia de abertura, um pequeno prémio (um fim-de-semana para dois, por exemplo), o que vai tocar como música ambiente, balões, etc.

Quanto mais detalhado e planeado for o dia, com mais tempo irá tratar de todos os arranjos necessários para ser um bom dia para si, convidados e clientes.

  • Convidar pessoas e familiares para fazer um teste

Um ou dois dias antes da abertura, convide familiares e amigos para uma “noite gratuita de lavandaria” em que eles vão ser clientes. Desta forma irá criar um ambiente “natural” com pessoas, roupas para lavar e secar, crianças no estabelecimento, responder às perguntas habituais, etc.

É uma forma simples de preparar-se para o grande dia de abertura e ter a certeza que está tudo operacional. Recolha todas as opiniões possíveis, verifique quais as perguntas mais frequentes para que o teste seja o mais produtivo possível para si.

  • No dia de abrir a sua lavandaria self service

Certifique-se que está tudo limpo e arrumado, receba todos os seus convidados e clientes e desfrute do grande dia porque para isso é que foi tudo planeado com antecedência.

Recolha sempre que possível todas as opiniões que os clientes tenham para dar, registe o nível de satisfação dos mesmos, de modo a que possa sempre evoluir e criar o espaço ideal para que voltem sempre ao seu estabelecimento.

Como gerir o negócio

Como em tantos outros negócios, um dos principais focos deverá ser sempre a limpeza do estabelecimento e das máquinas.

O chão deverá estar sempre limpo, assim como os equipamentos e a casa de banho de serviço. É normal que neste tipo de negócio se deva dar especial foco à limpeza, porque as pessoas não irão lavar roupa num estabelecimento que tenha um aspecto sujo.

De resto é um negócio muito simples, basta ter em atenção o nível de stock dos detergentes, efectuar ou mandar efectuar qualquer manutenção que seja necessária nos equipamentos e pouco mais.

Em caso de estar alguém sempre presente, todas estas tarefas podem ser facilmente concretizadas durante o tempo útil de serviço, assim como prestar esclarecimentos aos clientes.

Mantenha um número de telefone de apoio sempre visível, caso não haja ninguém no estabelecimento de modo a prestar assistência a alguma solicitação inesperada.

Dependendo do sistema de pagamentos, faça a recolha do dinheiro e deposite-o no banco ou num local seguro.

Como optimizar o rendimento

Dependendo do tamanho do seu negócio, este tipo de negócio é susceptível de poder ter ofertas adicionais e assim ter mais rentabilidade.

  • Recolha e Entrega 

Pode disponibilizar um serviço de recolha e entrega da roupa e a adicional “Engomadoria”. Muitas pessoas por uma questão de tempo e comodidade prefere pagar para que o tratamento da roupa seja efectuado por outros.

Já que possui os equipamentos poderá investir também engomar a roupa e entregá-la directamente na casa do cliente. Se tem dúvidas sobre este serviço adicional, faça uma sondagem junto dos seus actuais clientes e nas redes sociais e verifique qual o feedback dos clientes.

Poderá necessitar de sacos adicionais, espaço para passar a roupa, espaço para “arquivar” a roupa, mão-de-obra, etc., mas se houver procura pelo serviço será de aproveitar.

  • Contractos com outros estabelecimentos

Poderá sempre efectuar contractos do seu serviço com cabeleireiros e spas, equipas de desporto locais, Hotéis, Motéis, Residenciais e Restaurantes, Lares de Idosos, Colégios, Escolas, etc.

Todos os locais que têm necessidades ao nível de lavar e secar com frequência são potenciais clientes. Claro que alguns têm as suas próprias lavandarias, mas podem por vezes ter falhas ou impedimentos e o seu serviço pode ser essencial para eles.

Sempre que houver algum novo tipo de estabelecimento que vai abrir na sua área, não perca a oportunidade e vá falar com a pessoa responsável. Poderá ser preferível para eles, optar pelo seu serviço do que fazerem eles um investimento numa lavandaria e engomadoria.

  • Café ou Mini-Bar

Um café ou Mini-Bar é sempre uma forma de criar um rendimento extra. Mas ter em atenção que obriga obviamente a ter uma pessoa em permanência, uma maior gestão e a seguir mais normas.

  • Máquinas Vending

As máquinas de Vending são por norma a forma ideal de disponibilizar café, snacks e outro tipo de alimentos sem requerer ninguém permanente. Pode efectuar um contracto com um fornecedor que abastece a máquina sempre que for necessário e assim não se aborrecer com esse assunto.

  • Jogos de Diversão

Tal como as máquinas de vending, poderá ter também máquinas de diversão que não necessitam de ser monitorizados e assim, tendo os jogos ideais (ter em atenção a idade dos clientes que usam o estabelecimento) obter mais algum rendimento extra na lavandaria self service.

Adquirir novos clientes e manter os actuais

Não existe nada mais importante em qualquer negócio do que gerar novos clientes e manter os actuais. Sem isto qualquer negócio irá falir.

  • Anúncios

Uma parte das suas receitas deverá ser investida em anúncios. Anúncios em jornais, revistas, rádios, redes sociais, ou outros devem ser considerados no seu orçamento mensal.

Por norma as pessoas apenas fazem anúncios quando sentem que o negócio não está a correr bem, e por vezes já é tarde de mais porque caso alguns clientes se tenham habituado a ir a outros lados é mais difícil mudar hábitos.

Saco Lavandaria Self Service

Acima de tudo tem de considerar que é bom estar sempre visível, é bom que o seu nome e imagem esteja sempre na cabeça das pessoas, porque podem não ter nenhum interesse hoje no seu serviço, mas um dia poderão ter necessidade do mesmo e obviamente irão lembrar-se de si.

Além das redes sociais, seria bom ter o seu próprio website e de preferência optimizado para que em caso de pesquisa pelos seus serviços, apareça dos primeiros resultados dessas pesquisas. Existem muitas formas de o fazer mas é necessário esse investimento de tempo (tendo os conhecimentos para isso) ou contratar quem o faça por si e gerar-lhe mais clientes.

  • Seguimento dos seus clientes

Manter os seus clientes significa garantir uma rentabilidade mais fixa. Para isso é necessário que os mesmos estejam satisfeitos com o seu serviço, com o seu atendimento. No fundo, a forma como os trata.

Sempre que possível arranje formas de ter os contactos dos seus clientes actualizado (email por exemplo). Desta forma será mais fácil contactá-los, pedir-lhes o feedback, saber qual a opinião deles, etc.

Crie também uma caixa de sugestões, os clientes podem aproveitar o tempo que estão a lavar as suas roupas para preencher pequeninos questionários (anónimos se preferirem) para avaliar o seu serviço, as suas instalações, etc.

Caso um cliente “desapareça” será mais difícil saber o porquê do seu desaparecimento. Será que encontrou num outro local um melhor serviço? Será que ouve alguma situação que o aborreceu? Por isso invista sempre em ter os seus clientes próximos de si.

Saiba a data de nascimento dos mesmos, faça-lhes uma oferta nessa data (um desconto por exemplo) e torne o seu negócio mais intimo dessas pessoas, certamente continuarão a ser seus clientes.

Proteger o investimento

  • Manutenção preventiva aos equipamentos

Como não nos cansamos de repetir, os equipamentos são a sua fonte de rendimento número um. Sem eles não teria o negócio que tem.

Trate bem dos seus equipamentos.

Verifique as borrachas, eventuais fugas, sinais de desgaste entre outros. Fale com os técnicos que lhe colocaram o equipamento e peça-lhes uma lista de verificações que pode fazer por si mesmo, de modo a que mesmo que haja uma necessidade de intervenção, a mesma seja mínima.

Estas verificações podem ser diárias, semanais, mensais ou anuais, mas é importante que as mesmas sejam feitas.

É aconselhável também retirar uma percentagem dos lucros para fazer uma conta poupança para um novo investimento num novo equipamento, uma actualização que lhe traga benefício aos actuais ou uma reparação dispendiosa.

Por mais pequena que seja essa poupança, numa altura de decisão é muito mas fácil saber que tem de lado algum dinheiro para reinvestir nos seus equipamentos e manter-se sempre ao melhor nível possível agradando a clientela.

  • Manutenção do espaço

Tal como a sua casa, o seu estabelecimento deve ter todos os cuidados necessários de modo a poder melhor servir os seus clientes.

Seja ao nível da estrutura, iluminação, casas de banho, chão, telhado, janelas, portas, pintura, etc., as instalações devem ser mantidas com o máximo carinho possível.

Não só para agradar aos seus clientes, mas se um dia pretender vender o seu negócio será mais fácil fazê-lo e muito possivelmente terá uma maior rentabilidade e poder de negociação, tal como a sua casa.

  • Seguros

Por obrigatoriedade ou não, é imprescindível que tenha seguro das suas instalações contra todo o tipo de eventualidades. Qualquer fatalidade pode prejudicar os seus equipamentos ou instalações, ou mesmo em caso de um assalto.

Não contabilizámos neste nosso artigo este custo, mas não será difícil deslocar-se a um agente de seguros e obter o valor de um prémio para proteger as suas instalações e equipamentos.

Um seguro pode significar a continuidade ou não do negócio em tempo útil em caso de uma desgraça.

Dicas e conselhos para montar a sua Lavandaria Self Service

  • Compreender o porquê das pessoas utilizarem uma lavandaria self service

Não encontrámos nenhum estudo feito em Portugal sobre o porquê de as pessoas utilizarem os serviços de lavandarias self service que fosse útil neste artigo.

No entanto nos estudos internacionais verificou-se que a maioria das pessoas utiliza este tipo de estabelecimento por não terem equipamentos em casa, ou estes equipamentos não terem a capacidade de lavagem adequada.

Também ajuda a explicar o porquê de uma parte dos inquiridos indicar que é mais rápido utilizar este tipo de estabelecimento, normalmente com uma máquina de roupa numa lavandaria self service fazem o mesmo que em diversas máquinas em casa, ou quando querem lavar cobertores ou outras peças mais volumosas não terem essa capacidade em casa.

  • Utilização por pessoas com mobilidade reduzida

A entrada no estabelecimento (eventuais degraus ou largura da porta) pode ser um factor que impeça a entrada a pessoas com mobilidade reduzida. Sempre que possível deve-se ter em atenção a estes factores.

A altura a que estão os equipamentos, ou a altura das mesas de apoio a dobrar a roupa têm de se ter em conta caso pretenda que as suas instalações permitam ser utilizadas por este tipo de pessoas.

  • Localização do Equipamento

Utiliza-se muitas vezes ter os equipamentos de maior capacidade o mais perto da porta. Esta solução visa “mostrar” a quem passa junto do estabelecimento que o mesmo possui uma elevada capacidade de lavagem e também para que as pessoas que entram com um volume grande de roupa não terem de se deslocar muito no estabelecimento.

Por outro lado, podem alguns equipamentos mais utilizados estarem no “fundo” das instalações e com isso obrigar as pessoas a passarem antes de lá chegar por outros serviços que estejam disponíveis.

  • Espaço Suficiente

A forma como se utiliza o espaço de uma lavandaria self service é muito importante, de modo a criar um melhor ambiente e as permitir que as pessoas tenham uma sensação de espaço para poderem tratar da sua roupa.

O espaço das mesas de apoio para a dobragem de roupa é também muito importante, ninguém quer estar em cima de ninguém quando está a tratar das suas roupas.

É preciso também espaço para que as pessoas se possam movimentar com os carrinhos (no caso destes existirem e em lavandarias de maior dimensão).

Caso tenha serviço de recolha e entrega, é possível que vá necessitar de muito mais espaço.

  • Portas

Por diversas razões tal como já mencionámos, a dimensão da porta de entrada deverá permitir que as pessoas entrem e saiam sem transtornos no estabelecimento.

Ser automática ou não poderá influenciar os custos, mas recomenda-se que seja o mais larga possível.

É no entanto uma das formas de evidenciar a quem passa na rua o seu estabelecimento.

  • Design

A loja deverá ser apelativa e diferenciar-se da concorrência.

Muitos estabelecimentos usam um “tema” de forma a serem sempre recordados e fácil de identificar. Para isso é recomendável falar com a empresa de publicidade e/ou decorador, de forma a encontrar-se uma maneira de diferenciar a loja, tanto nas cores, como no tema a usar.

Observe as imagens em baixo e veja ideias de lavandarias self service.

Conclusão

Se pretende montar a sua lavandaria self service, os pontos em cima resumem quase tudo o que precisa de saber.

É um negócio com uma elevada taxa de sucesso, um retorno acima da média de outros negócios, é facilmente adaptado ao seu tipo de vida, é um negócio que trabalha com dinheiro na hora, que não necessita de muitos conhecimentos desta indústria e é sempre um negócio útil, visto que ainda não se descobriu outra forma de lavar a roupa.

Optar por uma solução “chave-na-mão” é perfeitamente possível e tira-lhe dos ombros imenso trabalho. Acima de tudo, e caso não seja conhecedor desta área de negócio, verifique se quem lhe vende os equipamentos tem experiência na área, quais as recomendações que lhe dá e se ajustam-se ao seu orçamento.

Este negócio bem gerido permite-lhe entre 3 a 4 anos recuperar todo o seu investimento nos equipamentos e obter um bom lucro que poderá ser utilizado para reinvestir em outros estabelecimentos semelhantes.

Se ficou alguma coisa por dizer, faça o seu comentário em baixo para aprofundarmos mais este artigo que esperamos ser o melhor guia para abrir uma lavandaria self service.

Estamos também à sua disposição para estudar o seu caso e construir um orçamento à sua medida, clique em baixo e peça-nos já o seu orçamento.

PEDIR ORÇAMENTO LAVANDARIA SELF SERVICE